quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Stars of Memories (Estrelas de Memórias)


The star... it’s so far away,
But I’m still seeing it…
Our good memories are stars,
Spots of light upon us, saying something

Past is past, they say…
The Soul says other thing
It talks with the stars,
And the life goes on

The experiences are a god,
A god who created me as I’m now;
This god comes every morning
To bring one more piece of me

I can’t reach the stars with my hands,
No matter how much I try;
But I can go there with my heart…
Now there’s no more impossible things.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Obs: Mais um texto que escrevi em inglês; mas segue a tradução abaixo, como sempre, pra não excluir ninguém. Espero que gostem!

------------------------------------------------------------------------------------------------

A estrela... está tão distante
Mas eu ainda estou a vendo...
Nossas boas lembranças são estrelas,
Pontos de luz acima de nós, dizendo algo

Passado é passado, dizem...
A Alma diz outra coisa
Ela fala com as estrelas,
E a vida segue

As experiências são um deus,
Um deus que me criou como eu sou agora;
Este deus vem todas as manhãs
Para trazer mais um pedaço de mim

Eu não posso alcançar as estrelas com as mãos,
Não importa quanto eu tente;
Mas eu posso ir lá com meu coração...
Agora não há mais coisas impossíveis.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

NÃO HÁ DEMOCRACIA NO BRASIL!


Não quero ser pessimista, desejo que o Brasil continue crescendo com a Dilma, mas algo é fato:

NÃO HÁ DEMOCRACIA NO BRASIL!

12 ANOS no poder, o mesmo partido, pra mim é quase FASCISMO!

PT NÃO É ESQUERDA, é só de nome, nesses 8 ANOS, mostrou que não foi nem sombra disso, não realizou nem apoiou nenhuma das reformas que nosso país tanto precisa (principalmente a agrária, tributária, política) e nem vai apoiar agora, não teremos igualdade social NUNCA (com o Serra também não teríamos a solução necessária e radical que precisamos, sei muito bem disso). Mas pra mim andamos pra trás, cuspimos na cara da democracia ao elegermos tantos petistas! Sobretudo Dilma, alguém que "caiu de pára-quedas" lá, ao contrário do Lula, homem digno, que contribuiu com nossa nação. Serra é infinitamente mais gestor e competente que ela. Contudo, isso poderia ser interpretado como minha mera opinião, e não a da maioria. MAS NÃO, quando vemos o PT ir contra projetos como o "Ficha Limpa" não é de se assustar, pois este que seria e é o primeiro passo para uma reforma política, no fundo só tem a prejudicar os grandes partidos que tomam conta do país, sobretudo agora o PT. ELES NUNCA FARÃO QUALQUER COISA QUE SEJA PARA UMA REFORMA POLÍTICA, pois isso seria dar um tiro no pé! O PT atual não olha o bem do povo, mas apenas como conseguir PODER, na verdade isso já vem de outros tempos, como quando eles apoiaram Maluf (do PDS, direita a favor do recém instinto Regime Militar) contra Tranquedo em 85.

Pode ser que você não saiba ao certo o que seja essa tal “reforma política”, são diversos pontos, entre eles o número de partidos, tempo de propaganda, voto facultativo, acabar com a co-eleição por sobra de votos (como recentemente o Tiririca elegeu mais 3 deputados com ele), punir de forma exemplar os “mensalões” da vida, em suma, ela é o que dará JUSTIÇA a eleição direta (modelo de eleição tão lutado para se implantar por figuras lendárias como Tranquedo Neves e Ulisses Guimarães, este último, diga-se de passagem propulsor da constituição de 88, cuja o PT votou contra pra variar), que hoje não passa de uma eleição para "inglês ver". A começar pelo tempo de TV, CUJO COMANDA E FAZ A ELEIÇÃO, este se basea na quantidade de parlamentares que um determinado partido tem, o que por sua vez gera essas "coligações" cada vez mais absurdas que vemos, para se unicamente conseguir mais tempo na TV e força “eleitoreira”. Com isso o interesse do povo passa LONGE e vemos os partidos poderosos se perpetuarem no poder, formando cada vez impérios maiores e mais alienatórios (sabemos que isso não é exclusividade do PT, que a propósito acaba de "dominar" a Câmara Federal e o Senado com a grande maioria, para quem não sabe isso significa praticamente um império de uma cabeça só, foi isso que fizemos ao votar, a nossa democracia está assim mais perto de uma MONARQUIA ou ARISTROCRACIA, no que diz respeito a esfera federal, o que não é nada bom para um povo tão diverso como o nosso).

O que temos agora é um "Domínio Vermelho"! Uma única cabeça pensante e que na prática decidirá tudo apenas segundo os seus interesses e não os do povo. Favorecer os pobres não passa de “promessas”. Para citar um exemplo entre muitos, a educação é um ponto que vivo atualmente na prática. Hoje, sem sombra de dúvida, os investimentos feitos nas Universidades Federais, tão propagados pelo PT como inclusão e ensino superior para todos, NÃO PASSA DE PROPAGANDA BARATA, não condiz com a verdade. Cerca de 80% dos alunos da UF são pessoas que tem renda familiar acima de R$ 3.500,00 ou já tem nível superior. Portanto, investir em tais locais é investimento na educação dos “RICOS”. Na outra mão, vemos escolas de ensino básico caindo os pedaços, e nada para mudar de fato é feito para elas, sabe por quê? Porque para eles, digo os governantes em geral, quem está ali não pode passar de serventes!
No caos que se encontra a educação hoje, o certo e justo seria COBRAR MENSALIDADES dos ricos para estudarem nas Universidades Federais, com a renda que geraria, o problema da educação estaria praticamente liquidado e ai então poderíamos ter a educação de graça para todos. Se o PT (partido que eu já tive grande simpatia) fosse esquerda como se fundamentou, faria algo semelhante para mudar a calamidade que nos encontramos, vendo pessoas que ganham salário mínimo tendo que pagar para estudar enquanto “filinhos de papai” estudam de graça. Antes que alguém rebata, PROUNI E FIES, no fundo não passam de “máscaras”; no caos que encontramos a educação atual, esses programas tem sim lugar, mas o que eles são na realidade é o governo perdendo dinheiro, pois com eles se paga a vaga de quem não pode pagar para estudar 2 VEZES, pois o lugar desses deveria ser nas UF.
Enfim pararei por aqui, poderia dizer muito mais, mas não quero me prolongar mais. Portanto, terminarei falando das pesquisas (cujas são quase uma afronta ao voto secreto). Hoje, elas não são liberdades de expressão e/ou comunicação, são fortes FATORES DE ALIENAÇÃO. Pois são muitos os que votam como se estivessem diante te uma corrida de cavalos, não é raro ouvirmos, “não voto nele, pois não vai ganhar mesmo”, ou pior ainda, “vou votar nele por que vai ganhar”. É o fim!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Tempus fugit


Vamos dar uma volta no tempo,
Voltar no passado, voltar para os momentos felizes das fotografias...

Voltar a ser criança, voltar a ver o seu sorriso,
Sorriso que nunca mais será o mesmo, pertencente apenas ali...

Os dias vão passando e vamos deixando para trás pessoas e rosas,
Pétalas tão belas que deixamos pelo caminho...

De todas as coisas que posso perder, sem uma não da pra viver,
Sem minha alma de criança o mundo não tem esperança...

Que saudades, saudades daquelas tardes intermináveis,
Daquelas noites iluminadas pelo seu sorriso,
Saudades daqueles tempos, de você como era, saudades de mim...

O tempo escorre pelos meus dedos,
E às vezes esqueço quem sou, o que me trouxe até aqui,
A pressa deixa distante belos momentos que vivi...

Mas o que pode ser mais importante do que esses momentos;
Não vamos deixar que mais nada nos atrapalhe,
Vamos tirar mais fotos e encher os álbuns de alegria...

Não quero chorar aquilo que não vivi,
Mas chorar a saudade do que vivi, chorar o amor que senti;
Quero tornar todos que se foram eternos, e tudo ao meu redor sempre belo.

sábado, 28 de agosto de 2010

Ditatortura


De todas as dores,
a minha dor é a mais forte

De todos os sonhos,
os meus sonhos são os mais utópicos

De todos os cansaços,
o meu cansaço é o mais intenso

De todos os tempos,
o meu tempo é o mais longo

De tudo que conheço,
na verdade não conheço

De todos os sofrimentos,
meu sofrimento é o mais opressor

De todas as noites,
essa noite é a mais fria

De toda a solidão,
a minha solidão é companhia

De toda a escuridão,
a minha escuridão é a mais densa

De todas coisas que tenho,
as que não tenho, são mais presentes em mim.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Paranóia contemporânea


Corro apressado, tentando evitar me molhar, tentando escapar. Tudo em vão; as nuvens negras que deixaram a noite em densas trevas descarregam tudo, como se estivessem com muita raiva. Tempestade tão forte que as gotas pareciam quicar de volta ao baterem no chão. Não adiantava mais correr ou andar rápido, como diz o antigo ditado que aprendi com a minha avó, “o que é um pingo pra quem está molhado”; no meu caso já estava ensopado.
Todos os dias faço esse mesmo percurso. Não é uma caminhada muito longa, desço do metrô, próximo onde mora meus avôs, e ando alguns minutos até chegar em casa. Porém, nesse dia as coisas estavam estranhas, o caminho mais longo, os passos mais lentos e pesados, e ainda toda aquela chuva; mas isso perdeu todo o significado quando o vi.
Tudo ao meu redor sumira, de repente não percebia mais nada a não ser aquele ser que vinha atrás de mim. Ele surgira do nada, como se tivesse nascido das trevas; à primeira vista foi como se aquilo fosse uma criança, é estranho, mas foi o que me pareceu, um vulto de criança.
Mas não estava muito longe de mim e logo se aproximou mais. Percebi que usava uma capa preta antiga, e umas botas também antigas. Vendo-o sobre meu ombro, agora mais de perto, não entendia o por quê me pareceu ser uma criança ao longe; agora parecia um homem estranho, pequeno e magro. Foi quando me lembrei que um famoso bandido acabara de fugir da prisão, só podia ser ele, ele era assim e diziam mesmo que estava por ali.
Ele se aproximou mais, apressei o passo também; percebi que tirava alguma coisa do paletó que refletia como metal, e a segurava com uma mão só, nesse momento ele estava de fato quase ao meu lado, pensei em correr, mas não adiantaria nada, ele já devia estar com a arma pronta, em punho.
Isso tudo aconteceu rápido, mas parecia uma eternidade. Coincidência nefasta, de repente a chuva já não estava tão forte mais, seria o momento ideal, e ele se dirigiu a mim dizendo com uma voz rouca:
- Calma ai...
Então me virei, como alguém que está prestes a levantar as mãos em sinal de rendição. Foi por pouco, pensei, estava a poucos metros de casa; mas agora não podia fazer mais nada.
Foi quando ele meteu a mão no capuz para tirá-lo, diziam que ele era extremamente frio e que gostava de olhar a sua vítima nos olhos; minhas mãos tremiam, não pude evitar, então...
Minha avó disse: - Aqui, pega, sua mãe esqueceu a bolsa com os documentos e telefone lá em casa. Como ela iria viajar? Menina esquecida, essa é sua mãe!
Isso mesmo, "ele" era a minha avó...

-------------------------------------------------------------------------------------------------

Escrevi esse conto, apesar de usar o humor, para demonstrar como a nossa sociedade é escrava do medo. Situações corriqueiras, como o acontecido com o rapaz do meu conto, que parecem normais, mas não é. Situações que mostram na verdade quais são os frutos dessa imensa violência que nos assola, prisioneiros do pré-conceito gerado pelo temor, vítimas de um perigo sempre eminente e infelizmente real.
Não é fácil libertar as pessoas sem acabar com a violência que está sempre à porta, mas jamais é assim, com medo de tudo e de todos, que a sociedade merece e deve viver. Toda mudança começa com um primeiro passo.

domingo, 27 de junho de 2010

Uma única vez


Agora é a hora,
hora de se livrar das correntes,
dos olhares arbitrários

Viver é ser livre,
é rir mais, é se fazer feliz
e fazer os outros felizes

Algumas pessoas e momentos
são colocados em nossos caminhos,
colocados como dádivas

Presentes dos deuses Olímpicos,
que muitas vezes não usufruímos,
os perdemos ao tentar conserva-los pro futuro

Quero seu sorriso hoje,
quero plantar e colher esse fruto belo
da alegria, a vida é agora

Não perca seu maior bem,
seu tempo de vida, por nada;
sinta e viva o Sol a cada manhã

Abrace mais, viva mais,
chore mais, se emocione mais;
tudo pode ser a última vez

Descubra que alegrar os outros
é tão bom quanto se alegrar,
faça uma criança sorrir

Assim sem esforço descobrirá
a pureza no ar,
a mágica em um doce olhar

Quero tua companhia hoje,
e sempre hoje, hoje é tudo que temos,
esse momento só será esse momento uma única vez.

domingo, 30 de maio de 2010

Voltar no tempo...


Naquele momento parei,
Tudo ao meu redor também parou,
Em meio à multidão me senti só...

Parei,
Parei e tudo o que desejei foi
A habilidade de voltar no tempo...

Não precisaria muito
Voltar alguns minutos apenas,
Seria o suficiente...

Sem dúvidas o bastante para mudar,
Apagar erros,
Enxugar futuras lágrimas...

Trocá-las por sorrisos,
Erros por sonhos,
Remorsos por alegrias...

Contra o tempo somos fracos,
Contra os erros somos passivos,
Nos resta receber os momentos como saudade...

Assim aprendemos a viver,
A valorizar o ser,
E a ter a vida como a mais bela dádiva!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Um Anjo


Forte como pimenta,
contemplar sua graciosidade
basta para nos meros mortais

Não é ela que cheira as rosas,
mas as rosas que a cheiram
e liberam aroma e cor possantes como diamantes

Sem ligar se vão notar, ela dança
com alma de criança
trazendo paz e esperança

Descobre-se a beleza ao vê-la,
a perfeição ao encontrá-la,
toca-se a pureza ao olhar dentro dos seus olhos

Carisma transborda do seu rosto,
graça da sua boca,
magia do seu sorriso

Ela é simples, majestosamente simples
o poder de transformar dor em flor,
prantos em risos, está em suas mãos

Meiga, carinhosa, simpática, engraçada...
eu poderia ficar horas citando sua qualidades,
mas nunca expressaria como és encantada

Os deuses iluminados a fizeram bela
e se arrependeram, pois viram
que em luz eram inferiores a ela

Nem nos dias mais inspirados
imagina-se criatura tão divina,
sua face traz luz à rima

Se estou sonhando não sei,
mas que tenho um privilegio isso sei,
pois um anjo aqui encontrei.


-------------------------------------------------------------------------------------


Poema dedicado a Paula Pimenta, uma criatura tão especial que merece ser eternizada.
Em 10 estrófes pois você é muito 10! Com carinho, Moisés Prado.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Bom dia Dia!


Bem vindo Dia!
Espero que não se esqueça de mim,
Lembre meu nome antes do fim...

Quero marcar-te não fazendo nada ou fazendo tudo,
Marcar sendo revolucionário ou não, O importante é sempre fazer o que eu quero...

Rir com o sol batendo no meu rosto,
Ouvir o canto dos pássaros,
Sentir o encanto dos belos olhos de uma princesa...

Ver o que eu quero ver,
Ver a beleza que você ilumina Dia,
E ver também a que não, a beleza da alma...

Brincar como criança mais uma vez,
Não importando com o passar do tempo,
Ser livre ao vento...

Não tem preço viver assim,
Saber que nunca é tarde, mas sempre é tempo de ser feliz;
Foi um prazer Dia, até amanhã!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Vida no Lixão


O tomate no lixo não estava podre, simplesmente foi jogado com um monte que sobrou, ali alimenta muitos bichos: ratos, urubus, homens...

Ela alimenta a filha com lixo,
lixo que ela não come para que os filhos comam e sobrevivam

Tanto desperdício, tanta ganância, arrogância;
para os chamados "normais" essas pessoas não existem

Pessoas que não entram onde você entra
por não ter as roupas que você tem

Seres invisíveis, imperceptíveis,
que não são considerados seres humanos por essa classe capitalista dominante

Esses somente são alguém quando apontam uma arma,
como julgar quem age assim por fome

Roubar comida dá cadeia, roubar milhões do cofre público dá voto,
a humanidade do povo sim está roubada, humilhada, estilhaçada

Tenho vergonha de ver uma sociedade assim, sociedade destrutiva,
onde quem paga vive, onde morre-se de fome com comida ao lado

Até quando aceitaremos esta situação,
uns comendo caviar e outros lixo no mesmo quarteirão...