sábado, 21 de novembro de 2009

Alienação Social


    Você sabe o que é Alienação Social? De fato sabe o que vem a ser uma sociedade alienada?

      A alienação é algo extremamente perigoso e nocivo que pode estar em todas as áreas de nossa vida. E quando ocorre, automaticamente temos cidadãos alienados, e é nesse ponto que está o maior mal.
   Ela está presente na cultura, educação, política, saúde, religião, na área profissional, comercial, no trabalho, e várias outras; algumas com mais intensidade, outras menos. Bom, esse é um assunto enorme, por isso, dessa vez vou focar na alienação no comércio e no trabalho, respectivamente.

      No comércio, ela pode ser traduzida literalmente como “falsidade”. Vejam, entre vários, dois exemplos básicos:
      Primeiro, aquele chinelinho simples e humilde que sempre foi sinônimo de pobreza, os primeiros tinham a tira azul claro e o solado branco (não vou citar a marca para evitar qualquer problema, mas você sabe qual), passou a ser algo "chique" e da moda depois que os mocinhos e mocinhas de novela passaram a usar (pelo menos na propaganda dizem que usam, né). Pense comigo, será que o chinelo mudou de verdade? Não. Ele continua o mesmo, as pessoas agora é que foram alienadas.
     Segundo, vejam as propagandas de cerveja. Sol, praia, roda de amigos, felicidade, mulheres, saúde, tranqüilidade, etc... É impressionante como muitos são alienados nesse ramo! A cerveja não traz felicidade, nem amigos (ao contrário, muitas das vezes, afasta), mas não é o que passam na mídia, logo a realidade passa a ser ficção e a ficção vira realidade.
Alguém já viu, na história das propagandas de cerveja, uma que mostrasse um bêbado se quer? Parece que as cervejas das propagandas nem álcool têm, até atletas bebem! rs...

    Quando digo alienação, não me refiro apenas como “loucura”, mas também como “algo transferido” ou transferência, ou seja, quando herdamos algo que nos é passado sem questionar ou verificar. É o que acontece principalmente na religião e nas relações de trabalho.
       As pessoas trabalham com o que não querem, escolhem suas profissões pelo salário. E como o nível de alienação nessa área é altíssimo, podemos dizer que fazem o certo, pois estão presas ao Sistema, que por sua vez também é alienado. Como disse Rubem Alves em seu livro “Se eu pudesse viver a minha vida novamente”, as pessoas são tratadas como ferramentas em nossa sociedade. E como ferramentas, uma vez que o serrote perde o fio / corte, é descartado e jogado no lixo. É absurdo e terrível ver que essa é a nossa realidade contemporânea; usando de discurso Marxista: “a sociedade só será perfeita quando não houver salários”.
      E essa alienação não está apenas inserida entre os trabalhadores da classe baixa, se pensa assim, se engana! Veja os grandes empresários, são outros alienados, suas empresas não produzem o que eles querem ou acham belo, muitas fazem aquilo que os mesmos nem consideram ético, são movidos pela “lei do lucro”. Nada mais importa para eles senão lucrar; por isso vemos fábricas de armas, cigarros, drogas, cerveja, fast food, etc...

     A sociedade alienada é como um vírus, ou como uma linha de produção, o objetivo é construir seres humanos programados.
      Alienação Social é tudo aquilo que nos empurram “goela abaixo”. É tudo que nos passam que nos proíbe de questionar e pensar por nos mesmos, que nos proíbe de agir com autonomia, que nos tiram a vontade própria e consciência, que nos colocam jugos, fardos e conceitos... e já estamos tão acostumados com isso que a maioria nem percebe, ou seja, é tudo aquilo que não nos deixa existir!

domingo, 1 de novembro de 2009

Tudo para te fazer sorrir

Sim, sei que não há volta,
Sei que o tempo passa,
Passa enquanto passamos por ele
Numa viagem só de ida, sem volta...

Porque ainda me pego vivendo como se tudo fosse eterno,
Porque às vezes não o valorizo como se deve,
Porque ainda nos fazemos chorar...

Porque não deixamos passar
Essas coisas tão simples e fúteis que nos fazem tropeçar,
Porque não fingir de bobo, ou mesmo ser bobo às vezes...

Quero ser tudo para te fazer sorrir,
Mesmo que algumas vezes eu tenha que o enganar,
O que importa é ver seu rosto brilhar...

Porque ainda somos tão egoístas
Como é possível não percebermos,
Que a nossa felicidade depende da felicidade daqueles que ao nosso redor estão...

Não insista no "não", ouça seu coração!
Não veja como este mundo corrompido vê,
Veja com a sua alma, olhe para os outros, seja mais para aqueles que o amam; Pois então, viva esta emoção!